10 coisas que você precisa saber antes de aceitar um emprego

10 coisas que você precisa saber antes de aceitar um emprego

Ao contrário do que muita gente pensa, não é suficiente saber o salário

Artigos
02 de Agosto
0
comentários

Os pilotos usam uma lista para checar se tudo está certo antes de iniciar um voo. E antes de aceitar uma proposta de emprego, você deveria fazer o mesmo, defende Liz Ryan, colunista da Forbes. Veja dez itens que você precisa saber antes de assinar o contrato.

1. Saiba o cargo e quem será seu chefe
Você precisa saber exatamente qual será o seu cargo dentro da empresa e quem será o seu chefe. Parece óbvio, mas nem sempre as pessoas se atentam a esse ponto. “Tenho vergonha de dizer que já aceitei um emprego sem entender claramente a quem exatamente eu teria que me reportar, e me arrependi em poucas semanas”, diz Liz. Não cometa o mesmo erro!

2. Entenda com detalhes a sua remuneração
Talvez o recrutador tenha mostrado um salário inicial e você pensou que esse número era bom o suficiente. Mas há mais na sua remuneração do que o salário base. Você precisa saber detalhes como:
- A empresa tem um política de bônus? Se sim, entenda também os detalhes
- Quando sua avaliação de desempenho e possível revisão de salário deve ocorrer
- Se você precisará trabalhar horas extras, e se sim, como elas são compensadas

3. Entenda os benefícios
Os benefícios importam, especialmente se você tem dependentes para plano de saúde. Peça os detalhes do plano de benefícios por escrito antes de aceitar uma proposta de emprego. Se a empresa é pequena e os benefícios não lhe parecem suficientes, tente negociar um adicional de salário para cobrir as despesas extras.

4. Pergunte qual será seu horário de trabalho e como funciona a comunicação fora desse período
Você não deve aceitar um novo emprego sem saber exatamente quais são as expectativas do seu chefe quanto ao seu horário de trabalho. Em algumas empresas, todos os funcionários saem às 17h e está tudo certo, mas em outras, seus colegas te olham feio se você se levanta às 20h. É importante também saber se seu chefe espera que você esteja disponível para atender ligações e responder e-mails mesmo fora do horário de trabalho.

5. Saiba se (e quanto) você precisará viajar
Alguns empregos exigem que você viaje a trabalho e outros não. Pergunte isso ao seu empregador. Quão frequentemente você terá de viajar, e qual o tempo médio que precisa ficar em cada cidade? Peça uma cópia da política de viagens da empresa. Algumas têm planos confortáveis, que incluem apenas passagens na classe executiva e lavanderia nos hotéis, por exemplo. Outras companhias oferecem menos vantagens e não pagam nem mesmo as refeições – um gasto extra com o qual você terá que arcar.

6. Veja o ambiente de trabalho
Não aceite a vaga antes de dar uma olhada no escritório onde você vai trabalhar. Caso contrário, você pode descobrir tarde demais que acha as condições intoleráveis. Iluminação, quantidade de barulho e qualidade das cadeiras parecem besteira, mas que podem te enlouquecer depois de algumas semanas.

7. Conheça seus colegas de trabalho
“Você corre grandes riscos ao aceitar um emprego sem antes ser apresentado aos colegas”, alerta Liz. É um péssimo sinal se o recrutador te diz que você os conhecerá depois de iniciar o trabalho porque estão muito ocupados no momento. “Muito ocupados? Eles estão acorrentados à suas cadeiras?”, questiona a colunista. “Se o gestor quer você na equipe, conseguirá agendar um café de alguns minutos entre você e seus possíveis colegas”.

8. Leia o manual de ética da empresa
Peça uma cópia do documento e leia todo o conteúdo antes de aceitar uma proposta. O manual te dará boas dicas sobre a política de avaliação de funcionários, horas extras, transferências. 

9. Fale sobre as expectativas
Converse com seu future chefe sobre as expectativas que ele tem. “Às vezes, especialmente quando a posição está vaga há muito tempo, os gestores podem ter expectativas pouco realistas sobre o que é possível fazer nos primeiros 30, 60 ou 90 dias de trabalho”, diz a consultora. Formulem juntos um plano de ataque com metas factíveis para o primeiro mês e primeiro trimestre, para que ninguém se desaponte.

10. Conheça o chefe do seu chefe
Por último, conheça o chefe do seu chefe antes de aceitar a proposta, mesmo que seja apenas para uma conversa de poucos minutos. Seu gestor direto tem uma grande influência sobre se você vai ou não entrar na empresa, mas é o chefe dele é que você precisa entender para ser bem-sucedido no novo trabalho.

 

Fonte: Época Negócios

Enviar para um amigo