Fotografia – Tudo sobre o curso e a profissão

Fotografia – Tudo sobre o curso e a profissão
Artigos
19 de Agosto
0
comentários

Para aprender sobre fotografia, vamos voltar lá pro tempo em que o homem vivia nas cavernas, em bandos e caçava pra sobreviver.

Essas caçadas eram tão loucas que os caras até escreviam na parede pra contar a história.

E não é brincadeira! Os caras escreviam pra contar a história mesmo. Mas também era uma forma de registrar os acontecimentos daquele grupo. Quando um membro da galera morria, ou então quando eles voltavam com uma jantinha daora pra casa.

O homem, desde quando era um churrasqueiro hipster, já gostava de registrar os momentos marcantes da sua vida.

Sei lá quantos mil anos depois, a humanidade evoluiu (nem tanto), a tecnologia apareceu e o homem continua tendo a sua vida em registros.

A fotografia é isso. Um registro. Pode ser de quando você nasceu, da primeira vez que andou ou do primeiro dente tirado. Ela é uma das várias formas que o homem criou pra eternizar um momento importante.

O Perfil de um Fotógrafo

“Você não fotografa com a sua máquina. Você fotografa com toda a sua cultura”.
Sebastião Salgado

Essa frase do – muito premiado – fotógrafo brasileiro resume direitinho o que é ser um fotógrafo.

Você deve saber fotografar com o equipamento que tiver, com a luz que tiver, no lugar que tiver, etc.

Além disso, a fotografia transmite aquilo que o fotógrafo quer que ela transmita, mas também transmite um pouco de QUEM ELE É.

Por isso, o profissional tem que reconhecer o mundo a sua volta, saber passar a mensagem e entender qual é o impacto dela na sociedade.

Já falando da parte prática da profissão, o fotógrafo precisa manjar dos paranauê de luz, cor, enquadramento, tratamento e distribuição das fotografias.

É importante você já saber que a faculdade não vai te transformar no Pelé das fota. O profissional precisa aprender a se virar sozinho, aprender muita coisa por fora e aprimorar as suas técnicas na raça mesmo.

É MAIS IMPORTANTE AINDA que o fotógrafo saiba divulgar o seu trabalho. Nesse mercado ultra competitivo, quem não aparece ou então se destaca está MUERTO!

O curso de Fotografia

A maioria dos cursos são tecnólogos, com duração média de 2 anos.

Durante o curso, os alunos vão aprender técnicas de iluminação, a usar as máquinas e outros equipamentos, além dos programas de tratamento e edição.

Na grade do curso, você vai encontrar matérias como:

  • Antropologia;
  • Cultura Brasileira;
  • Editoração em Fotografia;
  • Empreendedorismo;
  • Exposições Fotográficas;
  • Fotografia Autoral;
  • Fotografia direcionada:

 

  • Científica;
  • Cinema e Vídeo;
  • Fotojornalismo;
  • Moda;
  • Publicitária;

 

  • História da Arte;
  • Imagética;
  • Linguagens da Fotografia e do Cinema
  • Semiótica;
  • Teorias da Comunicação;
  • Tratamento de Imagem.

Pra terminar o curso, o aluno precisa fazer um TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) maroto.

PS: várias dessas matérias o aluno só vai encontrar na universidade. Já nas escolas especializadas em fotografia, o aluno vai ter uma grade curricular mais focada na atividade do fotógrafo, com uma carga teórica menor.

Áreas de Atuação

O normal é cada fotógrafo ter uma especialidade, como fotos de bebê, formaturas, paisagens, etc. É claro que ele pode ter mais de uma, mas se você quer ser REALMENTE SINISTRO, a sugestão é que você escolha uma só.

Entre as opções, você tem:

Fotojornalismo

Tirar fotos para reportagens, além de tratar e editar as fotos pra jornais, revistas, portais de notícia, etc.

Fotos arquitetônicas

Fotografar construções prontas, maquetes, ambientes internos e externos pra revistas ou sites de arquitetura e decoração.

Cobertura de eventos

Fotografar em eventos como festas, shows, casamentos ou até mesmo um jantar com o seu ídolo:

Fotografia autoral

O bagulho aqui é foto artística. O fotógrafo pode atuar em projetos próprios pra exposições em museus e galerias, ou então aqueles álbum de família, de casamento ou de bebê vestido de fruta/flor.

Estúdio

No estúdio, o profissional pode tirar fotos de várias áreas diferentes, como publicidade, moda e decoração de ambientes.

Fotografar produtos e modelos para moda, culinária, decoração, publicidade e venda de produtos.

O fotógrafo também pode trabalhar com:

Audiovisual

Fotografia não é só tirar fotos. Fotografia significa escrever com luz, isso engloba vídeos também. Portanto, o profissional pode trabalhar na direção de fotografia de filmes e vídeos.

Curadoria

Aqui, o fotógrafo vai pro outro lado. Ele vai organizar e promover exposições em vários lugares diferentes.

Perícia policial

Tirar fotos de cenas de crime, provas, corpos e vários outros elementos. Também seleciona e organiza as fotos nos arquivos da delegacia.

Tratamento digital de imagens

Hoje em dia, 99% das fotos são feitas com câmeras digitais, logo, profissionais habilitados pra tratar essas imagens e deixar tudo lindinho são muito requisitados.

O dia a dia de um Fotógrafo

O dia a dia da profissão de fotógrafo depende muito da área de atuação.

Se trabalha em estúdio, vai ter vários clientes de mercados diferentes, com projetos e ideias diferentes. A rotina vai ser muito dinâmica em relação à clientela, mas o ambiente de trabalho vai ser o mesmo na maioria dos dias.

Já se trabalha com fotografia externa, ou seja, fora do estúdio, livre, leve e solto, o profissional vai ter uma rotina bem mais variada. Ele pode ir pro Polo Norte ou pro deserto do Saara pra fazer um ensaio.

Se trabalha com eventos, pode ser que viaje bastante, acompanhando uma turnê ou pra cobrir um festival de vários dias. Ou então pra trabalhar em um casamento na praia, em outro estado, etc.

É muito comum que fotógrafos trabalhem em colaboração com outros fotógrafos ou profissionais de outras áreas. Portanto, vai ter várias oportunidades de conhecer muita gente, o que sempre é bom pra construir uma clientela bacana e aprender com a galera também!

Mercado de Trabalho

A grande maioria dos fotógrafos trabalha por conta própria, por isso, ter uma boa cartela de clientes e fazer com que o seu trabalho seja reconhecido é importantíssimo pro seu sucesso.

Isso é bom e ruim. COMO?

Sendo o seu próprio chefe, você cria a sua rotina de trabalho e controla a sua agenda. Mas tem o lado ruim de não ter um salário garantido todo mês, a não ser que você tenha clientes que contratem os seus serviços a cada mês.

Mas se você quer ter um salário garantido e tentar ganhar um extra nos fins de semana ou no seu tempo livre, a opção é trabalhar pra algum estúdio, veículo de comunicação (a galera do Jornalismocompete bastante aqui) ou empresa.

Normalmente, essas empresas pagam por trabalho feito, ou seja, você pode controlar a sua agenda, mas quanto mais trabalhos fizer, mais você vai ganhar.

E OS SALÁRIOS E DINHEIROS?

Pois olha. Depende bastante, hein? Se você for tipo famosinho, podem ser rios de dinheiro. Mas, né? Como em qualquer profissão, é bem difícil chegar lá. Se faz freela, pode tirar uns R$ 3 ou 4 mil reais mensais. Um bom fotógrafo em um veículo de comunicação super grande em uma metrópole pode receber mais de R$ 5 mil por mês. Em início de carreira, é bem provável que você não passe dos R$ 2 mil.

Obviamente, isso vai depender da sua especialização, experiência, qualidade na entrega, cidade em que trabalhará, área de atuação e, principalmente, da quantidade de horas trabalhadas.

Mitos e Verdades
“Se o fotógrafo for bom, ele ganha dinheiro”

MITO

Se o profissional for bom, ele vai fotografar bem. Se ele souber vender o seu trabalho, na divulgação, no atendimento ao cliente e na forma que entrega as fotos, aí sim ele ganha dinheiro.

“Fotógrafo bom é aquele que não usa o Photoshop”

MITO

A pós-produção da foto é parte do processo de trabalho de um fotógrafo. A não ser que você considere bom aqueles fotógrafos que entregam o seu trabalho pela metade.

“Hoje em dia, tem muito fotógrafo amador com equipamentos melhores do que os profissionais”

VERDADE

Mas é importantíssimo você saber que o que faz do profissional um profissional são as técnicas e o seu conhecimento.

Você já leu lá em cima que o fotógrafo tem que saber trabalhar com qualquer equipamento, em qualquer situação.

E aí, o curso de Fotografia é pra você?

Seu Instagram é lotado de fotos conceituais que deixam todo mundo de cara no rolê? Então que tal levar isso como uma profissão de verdade e cursar Fotografia no esquema?

 

Fonte: QueCurso

Enviar para um amigo