Como se tornar o sucessor natural de seu chefe?

Como se tornar o sucessor natural de seu chefe?

Crescimento e ascensão profissional são os desejos quase unânimes entre as pessoas que se dedicam a construir suas carreiras em uma empresa.

Dicas
18 de Janeiro
0
comentários

Crescimento e ascensão profissional são os desejos quase unânimes entre as pessoas que se dedicam a construir suas carreiras em uma empresa.

Afinal quem não gosta de ser valorizado e reconhecido como um colaborador dedicado e que principalmente consegue entregar até além das expectativas da empresa?

Ao iniciarmos nossas caminhadas profissionais, sonhamos um dia em atingir postos superiores onde todo nosso potencial pode ser explorado. Mesmo você imaginando que é preciso ganhar mais experiência, desenvolver mais habilidades e continuar aprendendo para estar apto a um cargo maior do que ocupa hoje, muita gente não sabe exatamente o que fazer para, primeiro, se sentir apto e segundo, não menos importante, mostrar para a empresa que está apto!

Uma das maiores realizações profissionais em uma carreira (e caso não ocorra a mais frustrante também) é ser o sucessor de seu líder, ou seja, ocupar a cadeira de quem te ajudou, ensinou e te passou valores importantes sobre a cultura e como a empresa trabalha.

Apesar de parecer um sonho inalcançável para muitos devido à concorrência interna e externa, se preparar para ser lembrado quando o momento certo chegar pode te deixar mais próximo da ascensão do que imagina.

Como? Veja abaixo 5 passos importantes para estar bem na fita e ser a primeira opção quando seu chefe deixar o posto vago!

 

#1 - Use seu chefe como exemplo, mas seja melhor que ele!

É natural utilizarmos nossos chefes como nossos principais exemplos, afinal são as pessoas que nos guiam, nos ensinam e nos mostram como a política da empresa funciona. Vejo muita gente falar que gostaria de ser igualzinho o seu chefe por ver nele(a) uma referência a ser seguida. Mas não devemos repetir exatamente tudo o que nossos superiores fazem, simplesmente pelo fato de termos que cultivar nossas próprias autenticidades no ambiente de trabalho.

Ser igual a seu chefe é manter um formato de trabalho que já pode estar arraigado por anos na empresa. Simplesmente dar continuidade aos mesmos métodos pode ser prejudicial a oxigenação e inovação que o cargo necessita. Então estabeleça seu próprio método de trabalho, se baseando naquilo que deu e ainda dá certo, mas nunca queira replicar na íntegra todos os passos dados anteriormente. Cultive de bons valores e ensinamentos deixados por seu superior, mas repense e MELHORE métodos operacionais! Imprima sua identidade sempre que tiver oportunidade!

 

#2 - Faça além do que te pedem

Estar sempre à frente te dará uma boa vantagem competitiva perante ao RH e áreas pares. Ter uma visão holística de como o seu departamento atua e usar de perspicácia para compreender quais atividades podem ser realizadas de forma preventiva te lucrará muitos pontos no jogo político da empresa.

Clientes internos sempre se impressionam quando a relação entre as áreas é valorizada através de pequenas surpresas, ou seja: entregando além do que foi pedido. Este esforço adicional pode te garantir rótulos importantes no futuro como: proativo e bem-intencionado.

Para quem busca alcançar cargos mais altos, ser bem relacionado é fundamental. Dá trabalho, mas faz a diferença!

 

#3 - Entenda os indicadores importantes da sua área

Quer sentar na cadeira de seu chefe? Entenda perfeitamente os indicadores de sua área e como eles contribuem para formar os números que são relevantes para os resultados da empresa. Se sua área é administrativa estude custos e como reduzi-los. Já se sua área é de vendas ou que entrega o produto final da empresa: entenda como a receita se forma e estratégias para dar ainda mais dinheiro.

Por mais operacional que sua atual função seja, quem estuda para um dia se tornar um líder precisa pensar grande desde o início! Conhecendo claramente entradas e saídas de processos operacionais, você estará mais preparado para dar respostas rápidas para potenciais problemas e até alertar colegas de trabalho ajudando-os na correção antes que algo de pior aconteça.

Para estar preparado em um processo de escolha de um sucessor para o seu chefe, você terá que ser capaz de desenvolver o seu trabalho e o dele antes mesmo de ser escolhido! E mostrar suas competências da forma correta dá MUITO trabalho!

 

#4 - Torne seu chefe em aliado e não concorrente

Ninguém consegue abertura para transitar entre diversas áreas, estar em reuniões importantes e até resolver problemas com superiores de seu chefe, sem necessariamente ter o apoio dele!

Vejo com muita frequência profissionais ambiciosos que acabam metendo os pés pelas mãos "queimando" seus próprios superiores, pelo simples fato de quererem ascender rapidamente. Este tipo de atitude coloca em cheque não apenas a competência do superior, mas prejudica toda a área, além é claro, de minar o relacionamento com quem deveria ser o seu maior aliado.

Tratar o superior como concorrente é autodestrutivo, afinal ele possui mais poder do que o subordinado na empresa. Tentar derrota-lo do cargo não é garantia de que você será o escolhido para substituí-lo. Se o superior está exposto, consequentemente toda a área está, inclusive você, na visão do RH, por exemplo.

Agora, tratar seu superior como aliado é a certeza de que ele também trabalhará para você crescer, te dando espaço em reuniões para expor seu trabalho no momento certo e proporcionando momentos para que você brilhe ao seu lado!

 

#5 - Para você crescer seu chefe também precisa crescer

Seu crescimento profissional não está condicionado (necessariamente) a saída de seu superior da empresa. Pelo contrário! Um trabalho de sucessão bem feito é o que acarreta na ascensão em cadeia, ou seja, aquele movimento em que todos de uma mesma vertical hierárquica sobe de nível.

Imagine seu chefe assumindo um posto acima do dele, te colocando em seu antigo lugar e permitindo que você escolha alguém de sua equipe (caso exista) para ocupar a sua antiga vaga! Este é o movimento mais bonito em uma empresa! Demonstrando que o esforço de todo um departamento está sendo reconhecido e recompensado.

Então, a melhor maneira de você crescer é ajudando o seu líder a crescer também! Ajude-o a conquistar o espaço que ele busca e, como retribuição, ele te ajudará de volta!

Conheça os desafios que ele tem, afinal um dia eles serão os seus! Não retruque simplesmente o que seu líder pede para você fazer, tente entender como aquela demanda o beneficiará e sinta prazer em ajuda-lo, pois aquele gesto pode ser seu diferencial em um futuro processo de escolha!

 

Para finalizarmos este artigo, gostaria de lhe fazer uma provocação: Percebeu que em nenhum momento citei a sua relação com seus pares diretos, ou seja, possíveis concorrentes diretos a ocupar o cargo de seu chefe? Fiz isso propositalmente para que você reflita sobre como você deveria tratá-los neste seu planejamento de pensar em seu futuro na empresa. Os 5 passos que transcorri aqui são totalmente reaplicados a seus colegas diretos, mas cabia a você perceber e compreender isso!

Boa sorte e siga o #SeuCaminho!

 

Fonte: Linkedin

Enviar para um amigo